Quinta-feira, 4 de Dezembro de 2008

Novo blog

Link para o meu novo cantinho.... Espero lá por voces.
Obrigado por lerem os devaneios que escrevo.


publicado por sensei às 11:07

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

Abraço

Não me importa de onde vens

Se moras perto ou longe de mim

Não me importa a cor da tua pele

Não te vejo diferente de mim

 

Não sei, nem quero saber

Se a tua religião é a minha

Se sempre comeste caviar

Ou se te criaram a água e farinha

 

Quero sentir o teu abraço

Quero sentir o teu amor

Quero enrolar-te num abraço

Quero que esqueçamos a dor

 

De que nos adianta lutar

De que adianta andar em guerra

No final habitamos o mesmo lugar

Todos nós somos donos da Terra

 

De que nos serve negar

O abraço a alguém

Todos nós temos amor para dar

E num abraço, até esse amor vem

 

Vamos abraçar alguém

Vamos abraçar com amor

Quero sentir o teu abraço

Quero sentir um abraço em meu redor.

publicado por sensei às 12:56

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008

NOITE DE AZARRRR!!!!!

A noite quente de Verão,

Escondeu na escuridão,

O som do teu chegar

 

A cor do teu batom,

Escondeu da multidão

O sabor do teu beijar.

 

Aquele leve vestido,

Mais tarde despido,

As tuas curvas estava a realçar.

 

A tua cara bonita,

De menina jovenzita,

Que logrou me encantar.

 

O teu cabelo

Tão liso, tão belo,

Deixou-me a flutuar

 

Sobre os teus peitos,

Tão delicados e perfeitos,

Eu quis ter lugar

 

No teu quarto,

O teu belo recanto,

Deixamo-nos embalar.

 

No teu regaço,

Com algum embaraço,

Eu fui brincar.

 

Eras tão bela, Flor,

No meu peito provocas-te um ardor

Que alguém teimou em apagar.

 

Quando no corredor,

Já nós cheios de suor,

Ouvimos alguém caminhar,

 

Era o teu namorado,

Esse desgraçado,

Que acabava de voltar.

 

Mais cedo que o normal,

Logo hoje, esse animal,

Tinha que cedo regressar.

 

Fugi pela janela,

Fui mordido pela tua cadela,

E não pude gritar.

 

A roupa lá caía,

Enquanto eu corria,

Para me poder abrigar,

 

Nu, pelado lá ia,

O mais rápido que podia,

Para me tentar agasalhar

 

Para trás nem olhava

Pois só me importava

Depressa dali bazar

 

Agora que escrevo,

Estes versos, este enredo,

É que estou a pensar

 

Sete pontos eu levei

A queca eu não dei

Nessa noite de AZAR….

publicado por sensei às 14:45

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008

Onde estás???

Abandonado

Sinto-me destroçado

Um ser amargurado

Com o coração despedaçado

 

Espero à muito tempo

A princesa que me virá salvar

Espero a mudança do vento

Desta época de azar

 

Fechado neste buraco

Onde ninguém me pode ver

Sou um pássaro fechado

Com pouco ou nada a perder

 

Espero a princesa

Corajosa e bonita

Que montada e bela

Me liberte desta gruta maldita

 

Onde estás tu princesa

Tardas em chegar

Com a tua beleza

Disposta a me libertar

 

Onde andas tu perdida

Que o caminho não encontras?

Onde andas tu perdida

Que a tua beleza não demonstras?

 

Estou só

Estou abandonado

Reduzido a pó

Tudo como ser amargurado

 

Onde estás tu minha deusa

Quando me vens buscar

É assim que a história reza

Essa história de encantar

 

Onde estás tu

Não quero ficar só no S. Valentim

Só, sinto-me nu

Só, sinto uma tristeza sem fim

 

Quem que quer salvar

Desta minha caverna

E o meu coração iluminar

Com a luz eterna…

publicado por sensei às 13:37

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sexta-feira, 28 de Setembro de 2007

Guerra??? Amor???

Preparem as armas

E as munições

Esta velha guerra

É travada nos colchões

 

As mulheres defendem

Que são superiores

Os homens desmentem

Dizem que são os melhores

 

Nós somos mães

E nós somos pais

Nós damos à luz

Mas sem nós não engravidais

 

Nós amamentamos a criança

E nós amamentamo-vos a vós

Já faltava a estupidez

Estúpidas sois vós

 

Nós somos vossas escravas

Não digas mentiras

Nós fazemos toda a fascina

Fazeis? Tem dias.

 

Nós temos um dia internacional

Nós temos 364

Mas não está no calendário

Pois não, mas é um facto

 

Temos prioridade em barcos salva-vidas

Nós sabemos nadar

Somos carregadas na noite de núpcias

É para não te enganares no andar

 

Somos os primeiros reféns a serem libertados

É que nem os sequestradores vos aturam

Olha que fazemos greve de sexo

Não stress, umas notas essas greves furam

 

Se somos traídas somos vitimas

E se nos somos traídos vocês são putas

Mas se traímos vocês são cornos

E nós se traímos somos garanhões.

 

Não somos lésbicas

Por dormirmos com uma amiga

Nós também não

E não esperes que ela te diga.

 

Já demonstramos que somos superiores

E nós que somos melhores

 

Já tou farta de discutir

Porra, logo agora que me estava a divertir

 

Já nem sei que te diga

Nem eu, vamos acabar com esta briga?

 

Tá bem, mas vai com calma

Ok, agora cala-te e anda abafa-la.

publicado por sensei às 11:51

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.Relogio

relojes web gratis

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Novo blog

. Abraço

. NOITE DE AZARRRR!!!!!

. Onde estás???

. Guerra??? Amor???

.arquivos

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Contador

clasificados
clasificados
blogs SAPO

.subscrever feeds