Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2008

dia dos namorados

Hoje é um dia especial

Dia dos namorados

Eu tento torna-lo banal

Mas para mim é o dia dos falhados

 

Hoje devia ter

Alguém para mimar

Alguém para poder

Dizer que loucamente a estou a amar

 

Mas hoje, como sempre

Solitário e amargurado estou

Ninguém quer um ser tão deprimente

Um ser que a solidão criou

 

Vou ficar aqui fechado

No meu mundo encantado

Neste quarto alugado

Neste canto resguardado

 

Vou ouvir e imaginar

Como se estão a divertir

Os casais de encantar

Que somente sabem sorrir

 

Agora que o dia chegou

A solidão me atormenta mais

Eu não sei para onde vou

Os meus dias parecem funerais

 

Não tenho a alegria

De a meu lado ter uma mulher

Uma dama, uma rapariga

Que eu sonho um dia vir a ter

 

Para mim é o dia dos falhados

Tristes, abandonados

Sós, desajeitados

Feios, amargurados

 

Eu sou o maior de todos eles

Sou feio e reles

Sou um ser animal

Se calhar um ser banal

 

Mas o dia hoje vai terminar

E eu sozinho vou estar

Assim vou continuar

Á espera de alguém para  amar…

publicado por sensei às 13:43

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008

Onde estás???

Abandonado

Sinto-me destroçado

Um ser amargurado

Com o coração despedaçado

 

Espero à muito tempo

A princesa que me virá salvar

Espero a mudança do vento

Desta época de azar

 

Fechado neste buraco

Onde ninguém me pode ver

Sou um pássaro fechado

Com pouco ou nada a perder

 

Espero a princesa

Corajosa e bonita

Que montada e bela

Me liberte desta gruta maldita

 

Onde estás tu princesa

Tardas em chegar

Com a tua beleza

Disposta a me libertar

 

Onde andas tu perdida

Que o caminho não encontras?

Onde andas tu perdida

Que a tua beleza não demonstras?

 

Estou só

Estou abandonado

Reduzido a pó

Tudo como ser amargurado

 

Onde estás tu minha deusa

Quando me vens buscar

É assim que a história reza

Essa história de encantar

 

Onde estás tu

Não quero ficar só no S. Valentim

Só, sinto-me nu

Só, sinto uma tristeza sem fim

 

Quem que quer salvar

Desta minha caverna

E o meu coração iluminar

Com a luz eterna…

publicado por sensei às 13:37

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2008

OLHA AQUELE ALI

Voltei a ter medo

Voltei a ter frio

Voltei a levantar-me cedo

Voltei a dormir na margem do rio

 

A ânsia de me libertar

Das dores que tenho na alma

Fazem-me voltar a tombar

Fazem-me perder a calma

 

O desejo de me limpar

Das manchas que carrego comigo

Fazem-me fraquejar

E voltar a ser mendigo

 

A vergonha que sinto

Quando na rua vou a passar

Olha que não minto

Quando digo que me desejo matar

 

Os dedos que me apontam

Os nomes que me chamam

Com a realidade me confrontam

Mas lentamente me matam

 

Tenho problemas reais

Tenho vergonha de os ter

Não são problemas banais

São problemas em viver

 

Como o carro usa gasolina

Eu uso vinho carrascão

Há quem use adrenalina

Mas já não me acelera o coração

 

Já não penso

Já não durmo

Eu dispenso

Quase tudo o que consumo

 

Mas o vinho que bebo

Para fugir deste lugar

É o meu mais real enredo

Para me conseguir matar

 

Porque sei que lentamente

Eu irei morrendo

Desta forma deprimente

Vou do mundo correndo

 

Hoje tornei a acordar

Debaixo da ponte

E mais uma vez me tentei lavar

Na água gélida da fonte

 

Já não sei o que é comer

Ou o que é viver

Porque só sei beber

E sinto que estou a morrer

 

Este desejo em mim

De consumir sem parar

Vai ditar o meu fim

Mas agora já não há volta a dar

 

Espero que ninguém

Sofra o que eu sofri

Sentir o dedo de alguém

Dizendo “olha aquele ali”

publicado por sensei às 11:13

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Novo blog

. Reencontro

. Magoaste-me....

. Tempo de infancia passada

. A, E, I, O, U

. EU

. SOL

. DESCARTÁVEL

. NOITE DE AZARRRR!!!!!

. Diz-me

.arquivos

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Contador

clasificados
clasificados
blogs SAPO

.subscrever feeds