Sábado, 1 de Dezembro de 2007

Porque morrer?

Adoro viver

E poder respirar

Ver as árvores crescer

E as flores a desabrochar

 

Ver os rios a correr

Por entre vales e montes

Ver água nascer

Para a podermos beber nas fontes

 

Ver o sorriso de uma criança

Que brinca despreocupada

E logo me traz à lembrança

Como fui uma criança amada

 

Ver velhinhos no jardim

A gozar o tempo que lhes sobra

Como eu gostaria de ser assim

Poder gozar o tempo para contemplar a obra

 

Ver no céu pássaros a voar

Livres como o vento

Vento que adoro ouvir soprar

Quando não é vento de tormento

 

O sol no alto a brilhar

As nuvens a voar

Os pássaros a chilrear

E o mundo sempre a girar

 

Como eu adoro viver

Como eu adoro o que sou

Mas porque todos temos que morrer?

Eu não sei para onde vou…

publicado por sensei às 22:51

link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Catarina a 3 de Dezembro de 2007 às 09:37
Olá
Um poema muito bonito, um pouco diferente, nao sei explicar pk, mas bonito.
Todos temos esse medo. De nao saber o k nos espera, e como vai ser.
Eu pessoalmente do k tenh mais medo é de estar sozinha nesse momento, de não ter ninguém a segurar-me a mão nesse momento!
Quanto à vida, que a única que podemos ir controlando mais ou menos, é fazer o melhor que pudermos e ir vivendo todos os dias tentado por um sorriso a cada manha.

Jinhos
De Gti a 3 de Dezembro de 2007 às 10:27
Oi...

Como já falámos um dia, esse é um dos meus grandes medos... não percebo!!!... tal como tu dizes "...Mas porque todos temos que morrer?..."
Mas se pensarmos um pouco as razões são óbvias...
Temos que fazer o melhor enquanto cá estamos!!! Viver a vida e cada momento que ela nos dá com um sorriso!
Ser e fazer aqueles que nos rodeiam felizes e estarmos acompanhados na hora da nossa partida com toda a ajuda dos nossos irmãos...

Gostei do teu poema... Achei-o sincero, expressivo e muito sentido!!!

Parabéns!!!
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Oi...<img src="//blogs.sapo.pt/images/mood/EMOTICON_DEFAULT.png"> <BR><BR>Como já falámos um dia, esse é um dos meus grandes medos... não percebo!!!... tal como tu dizes "...Mas porque todos temos que morrer?..."<img src="//blogs.sapo.pt/images/mood/EMOTICON_BLUSHED.png"> <BR>Mas se pensarmos um pouco as razões são óbvias... <BR>Temos que fazer o melhor enquanto cá estamos!!! Viver a vida e cada momento que ela nos dá com um sorriso! <BR>Ser e fazer aqueles que nos rodeiam felizes e estarmos acompanhados na hora da nossa partida com toda a ajuda dos nossos irmãos... <BR><BR>Gostei do teu poema... Achei-o sincero, expressivo e muito sentido!!! <BR><BR>Parabéns!!! <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>Jokinhas</A> gostosas<img src="//blogs.sapo.pt/images/mood/EMOTICON_ORANGEFLOWER.png"> <BR><BR>
De fofinhatuga a 3 de Dezembro de 2007 às 12:14
Ter a possibilidade de viver, concretizar sonhos, ver crianças a sorrir, acordar e ouvir cada manha os pássaros a chilrear, ser feliz é o melhor coisa que pode ser dado ao ser humano.
A vida é algo mágico que deve ser aproveitada ao máximo, porque a estadia é curta e nunca sabemos o que nos reserva o dia de amanhã.
A morte infelismente é algo certo e o medo de desaparecermos um dia sem concretizarmos todos os nossos sonhos, sem sermos felizes na sua plenitude é algo que nos, e a mim, atormenta e muito.
Por isso vivo a vida, cometo loucuras, rio muito, choro mas de cada manha que acordo e vejo um novo dia lá fora, fico feliz por estar aqui e por viver mais este dia a 1000% e por ter mais uma vez a oportunidade de ser feliz e fazer alguém muito feliz.

Belo poema, divina inspiração:)
"A felicidade ao jeito de um simples piscar de olhos"
Jinhos
De fofinhatuga a 3 de Dezembro de 2007 às 12:15
Ter a possibilidade de viver, concretizar sonhos, ver crianças a sorrir, acordar e ouvir cada manha os pássaros a chilrear, ser feliz é o melhor coisa que pode ser dado ao ser humano.
A vida é algo mágico que deve ser aproveitada ao máximo, porque a estadia é curta e nunca sabemos o que nos reserva o dia de amanhã.
A morte infelismente é algo certo e o medo de desaparecermos um dia sem concretizarmos todos os nossos sonhos, sem sermos felizes na sua plenitude é algo que nos, e a mim, atormenta e muito.
Por isso vivo a vida, cometo loucuras, rio muito, choro mas de cada manha que acordo e vejo um novo dia lá fora, fico feliz por estar aqui e por viver mais este dia a 1000% e por ter mais uma vez a oportunidade de ser feliz e fazer alguém muito feliz.

Belo poema, divina inspiração:)
"A felicidade ao jeito de um simples piscar de olhos"
Jinhos

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Novo blog

. ADEUS

. PORTUGAL

. IGNORANCIA

. Mas que noite...

. SOZINHO

. Faltas-me tu

. Beijo

. Tenho medo de morrer

. O mundo pode acabar

.arquivos

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Contador

clasificados
clasificados
blogs SAPO

.subscrever feeds