Quarta-feira, 11 de Junho de 2008

Angustia

 

Hoje sou um ser perdido
Que não sabe para onde se virar
Sou como um cão vadio
Que passa o tempo a vadiar.
Sou um gato vagabundo
Sem vidas para gastar.
Um pássaro retido
Sem espaço para voar
 
Sou o que nunca sonhei ser
Alguém sem hipótese de mudar
Eu que sempre sonhei que iria vencer
E que agora me contento com ganhar.
 
Sou a bola no ferro
Que ficou por entrar
Sou um vento agreste
Que todos faço arrepiar
Sou a chuva fria
Que teima toda a gente molhar
Sou um vadio
Que não tem onde ficar
 
Sonhei que ia vencer
Sonhei que ia singrar
Sonhei que algo eu iria ter
Sonhei que algo iria conquistar
 
Mas habituei-me unicamente a ganhar
Sem procurar vencer
Fiquei-me pelo tentar
Nunca passei para o querer
 
Tentei ser alguém na vida
Mas saí sempre vergado
Tentei curar toda e qualquer ferida
Mas fui eu que fui desinfectado
 
Hoje vivo de caridade
De alguém que me dá um tecto
Hoje vivo desejando
Um pouco mais de afecto
Vivo com medo de não vencer
Com medo de não ser correcto
Vivo unicamente por viver
Vivo com medo de para sempre ficar quieto
 
Se calhar era a solução
Era o que devia fazer
Não incomodar mais ninguém
Não fazer ninguém sofrer
Pegar num simples cordão
E usa-lo para me suster
Para não encher sequer um pulmão
Para o coração parar de bater….
publicado por sensei às 19:30

link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De fofinhatuga a 12 de Junho de 2008 às 10:50
A vida dá voltas e faz-nos sofrer...passamos por imensos desgostos mas acabamos sempre por vencer.
Acredito que tu irás vencer, porque desistir nunca foi o teu mote...mesmo que por vezes as complicações sejam demasiadas e tão pesadas que te façam derrubar...tu és um lutador.
Acredita em ti, acredita que o futuro vai ser muito melhor e quando um dia tiveres dúvidas e te falte a força para encarar a vida e lhe dar um grande abanão...lembra-te que tens amigos que estarão sempre ao teu lado para te dar um abraço, um sorriso e aquela palavra que tu tanto anseias.

Nunca desistas....mesmo que tudo pareça ser dificil ou mesmo impossivel, mas um dia tudo muda e tu vais conseguir essa mudança(lembra-te).

Beijo.
De CA a 12 de Junho de 2008 às 16:37
O poema está muito bem escrito, se calhar ainda não encontraste a tua verdadeira vocação.
A vida é realmente f*dida mais para uns do que para outros e ainda por cima parece que gosta de bater sempre nos mesmos e que já estão em baixo.
É preciso concentrarmo-nos e descobrir os aspectos bons e positivos da vida aqueles pelos quais vale a pena viver, mesmo que seja muito difícil encontra-los e nos pareça impossível eles estão lá. É pena que na vida os "poweraids" não restabeleçam as forças que se vão esvaziando nestas lutas mas sempre há os amigos.

Bjinhos
Tirando o estado de espírito do poema, em si está muito bom.
De Maria a 22 de Junho de 2008 às 02:58

O poema esta lindo... Mesmo porque "Aquilo que não nos mata nos fortalece" Nietzsche

Comentar post

.Relogio

relojes web gratis

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Novo blog

. ADEUS

. PORTUGAL

. IGNORANCIA

. Mas que noite...

. SOZINHO

. Faltas-me tu

. Beijo

. Tenho medo de morrer

. O mundo pode acabar

.arquivos

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Contador

clasificados
clasificados
blogs SAPO

.subscrever feeds