Quinta-feira, 27 de Março de 2008

A, E, I, O, U

Alguém me disse

Ainda no outro dia

Ama-me como se não houvesse amanhã

Ama-me como se não houvesse outro dia

 

Espera, disse-lhe eu

Eu não te posso assim amar

Eu não controlo o que sinto

Eu não controlo sequer o meu sonhar

 

Irra, que és teimoso

Indignou-se a rapariga

Irritada me olhou

Irritada me provocou dores de barriga

 

Oh minha flor

Outro homem te amará

Olha á tua volta

Olha com fé que ele aparecerá

 

Um dia serás meu

Um dia vou-te conquistar

Um dia sem tu saberes

Um bocadinho me irás amar….

publicado por sensei às 10:27

link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De fofinhatuga a 27 de Março de 2008 às 11:26
Não é teimosa a moça...é persistente:)
E quem é persistente, acaba sempre por conseguir convencer o teimoso!Lol!

Tá mt giro o teu poema, mt diferente do de ontem, que tava estranho;)
Adorei mesmo:)
Parabéns.
Jinhos fofinho
De Cataryna a 27 de Março de 2008 às 13:23
Vês como te vieram ideias!!!

Muito bem

jinhos
De Caracol a 29 de Março de 2008 às 09:35
Gostei... Parabéns!!!

Assim sim... com ideias e sobretudo com imaginação... ;););)

***

Comentar post

.Relogio

relojes web gratis

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Novo blog

. ADEUS

. PORTUGAL

. IGNORANCIA

. Mas que noite...

. SOZINHO

. Faltas-me tu

. Beijo

. Tenho medo de morrer

. O mundo pode acabar

.arquivos

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Contador

clasificados
clasificados
blogs SAPO

.subscrever feeds